quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Problemas de crédito na pessoa jurídica disparam

As vítimas da recessão começam a aparecer. O número de recuperações judiciais (antiga concordata) estão disparando, como mostra gráfico abaixo, feito com dados tirados do link abaixo :

http://www.boavistaservicos.com.br/economia/falencias-e-recuperacoes-judiciais/



Os pedidos de RJ's vem se acelerando dramaticamente desde Março último.

O endividamento privado cresceu muito rapidamente nos últimos 10 anos, como mostra a tabela abaixo, que compara o endividamento em 2004 com 2014, como % do PIB em vários países:




Na amostra selecionada acima, que inclui outros países emergentes, latino americanos e desenvolvidos, somos TOP 3 em termos de crescimento do crédito privado, no que diz respeito ao diferencial entre a taxa de crescimento do crédito privado e a taxa de crescimento do PIB médio do período.

Podemos ver algo similar no que diz respeito ao crescimento acumulado nestes 10 anos, como % do PIB, onde somos TOP 5:




Motivos?

  • nossa base inicial era baixa.
  • bancos públicos ampliaram oferta de crédito em ritmo alucinante nos últimos 4 anos, como mostra gráfico abaixo:





Esta alavancagem elevada, formada num período de alto crescimento, combinada com a queda do PIB:







somada aos juros nominais em elevação, como mostra gráfico abaixo da evolução dos juros médios cobrados das PJ's:






 são a receita para a quebra das empresas. 


Banqueiros do meu Brasil: preparem-se para o calote.










Um comentário:

  1. Dão corda, acreditamos, depois puxam. Caímos. Mais cautela no consumo de crédito talvez teria sido mais prudente.

    ResponderExcluir