segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Construção civil segue bombando, nos EUA...

Enquanto a construção segue afundando aqui no Brasil, com estoques elevados, lançamentos em queda, desemprego aumentando, distratos em alta e financiamento escasso, nos EUA as pesquisas (NAHB) mostram que ele segue firme e forte:




Uma lição interessante para aqueles que anunciaram o fim do capitalismo americano em 2009 e achavam que nosso modelo de crescimento era imbatível. Tinha gente aqui até dando conselho para americanos e europeus de como lidar com a crise. Esta mesma turma hoje está aqui sem entender o que está acontecendo com nossa economia.

Competição, concorrência, meritocracia, sucesso, lucro, empreendedorismo, liberalismo, mercado livre, ou seja, todos os fundamentos do capitalismo são considerados crimes ou abominações por nossa esquerda tupiniquim, que defende o consumo, mas tem medo do lucro. Que curte o crédito e o endividamento bancário, mas odeia banco. Que adora moleza do estado, e fica feroz quando não recebe. O país das bolsas, das meia entradas, da proteção, do subsídio, e por aí vai.

Capitalismo, meus caros, é para profissionais. 

Um comentário:

  1. O Brasil me mata de vergonha. Até hoje sinto vergonha alheia quando lembro do Lula dizendo que os países europeus deveriam seguir o modelo brasileiro para superar a crise.
    Países com rendas per captas 4 ou 5 vezes maiores que a nossa e patrimônios nacionais líquidos bem maiores que o nosso e o mula, ops, digo Lula, querendo ensinar esses países.

    Com relação a construção civil nos EUA, com a apreciação do dólar o poder de compra da população aumentou. E a queda dos preços de energia e combustível devem ter reduzido o custo de construção. Renda em alta e custos em baixa, nada melhor para aumentar o padrão de vida.

    ResponderExcluir